PAGINAS

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

EM BUSCA DO HERÓI



chargedodiemer.blogspot.com

EM BUSCA DO HERÓI

Olhando pelos sites com suas compactadas notícias, eis que estava lá, algumas linhas sobre o “Rei Roberto”.
“Pensei com meus Botões”, porque se diz que Roberto Carlos é rei?
Rei do Rock, jamais. Quem gosta de rock gosta muito mais de Raul Seixas.
Entre os bregas, temos Reginaldo Rossi e Amado Batista, que são ouvidos pela massa, e seus shows não são dentro de maracanãzinho, dentro de ricos cruzeiros marítimos ou dentro de ricas empresas televisivas.
Será a falta de herói que leva à criação de reis de nada e que reinam no nada?
Confesso que até gosto de algumas músicas do “Rei”, mas nada de tão grandioso e tão heróico. O mesmo se aplica a todos os reis e rainhas que a mídia “escolhe” para reverenciar. Reis e rainhas que só o são pelo poder da mídia criada por trás.
Mas o importante é pensar o quanto somos enganados pelos meios de comunicação. Por coisas que são faladas mas que traduzidas revelam 10% de tudo que está por trás. Enquanto muitos foram expulsos e mortos para tentar mudar o mundo (chegando tarde demais na conclusão, que só se muda quando o poder quer), havia os que de bom grado buzinavam os calhambeques na Rua Augusta.



quemtemmedodolula.wordpress.com

Então, voltaram para casa os filhos pródigos e como bons filhos, calaram-se. Receberam os seus títulos de reis e rainhas e aderiram à rodada de pizza.
Quantas histórias e quanto engano. Será que a Europa em sua corrida pelo além mar acreditava na “Terra Quadrada”? Colombo era um simples aventureiro?
Olhando o conflito entre Israel x Palestina, não dá certo ar de “eu já conheço esta história”?
Mas a humanidade necessita de heróis. Há até quem diga que a gripe suína foi criada pelos americanos (que têm mania de herói) e jogada no México para dali propagar pelo mundo. Depois surge um cientista de uma marca famosa dizendo que tem a cura. Assim como a cura antiterrorismo e antidrogas, olhando o cisco no olho do vizinho e não enxergando a trave dentro dos olhos dos jovens de seu país. Jovens estes que desde a segunda guerra acham que são heróis e criaram super-homens e capitães américa e uma vasta coleção de super-heróis.



pedroleite.com.br

Estes, ainda acreditam nesses heróis. Do lado de baixo a coisa é pior. Os heróis são os milionários jogadores que vivem na Europa ( o Olimpo) e que participam da empresa “Seleção Brasileira S/A”. Os Globetrotters do mundo moderno.





tntnet.webs.com


Existem ainda as barbies tupiniquins, todas com nomes de frutas. As heroínas da massa, as “cachorras” com dono. Heroínas que com seus peitos de borracha e suas bundas abundantes, são as heroínas das novas revistas em quadrinhos, quadrinhos feitos no photoshop.



blogdopedronelito.blogspot.com

Geralmente, juntam-se heróis e as heroínas criando um novo mito olímpico. O mito de que a colônia se tornou Reino, onde reina reis, rainhas, heróis e heroínas, cada um no seu quadrado.