PAGINAS

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

POESIA - ESPINHOS


ESPINHOS

Espinhos de rosa perfuram meu coração,
Com pensamentos de amor e ilusão,
Que se acaba como uma pequena canção,
E a ilusão se vai pelo caminho do carinho.

Sei que neste trajeto não estou sozinho,
E a beleza singela se escondendo no cheiro da rosa,
Mas encanta em suas cores penetrantes,
Que penetram em profundo desejo de amar.