PAGINAS

quinta-feira, 31 de maio de 2012

DROGAS ACEITAS - FECHE OS OLHOS


                                                                   FECHE OS OLHOS




             

Feche os olhos e veja, o mundo real,
Fuja da verdade, fuja do que vê,
Aceite a mentira, aceite a verdade.






Feche os olhos e não veja mais o que se oferece,
Os paliativos que encobrem a verdade,
Não veja o que é proibido, não veja o que é aceito.



DROGAS ACEITAS - POLUIÇÃO


                                                                      POLUIÇÃO






A poluição está em todo lugar,

Não está somente no ar,
Respiramos a poluição urbana,
Bebemos a poluição química,
Somos a poluição.


Poluição não é apenas do natural,
Poluição também existe no artificial,
Poluição sonora de vizinhos egoístas,
Poluição visual das emissoras de televisão.




Mas a poluição é aceita, é sinal de prosperidade,
É ninguém enxerga a pior das poluições,
Ninguém enxerga que o mundo todo está poluído,
Por algo chamado “humano”,
Somos apenas animais que pensam que estão pensando,
Na realidade é só egoísmo.





DROGAS ACEITAS - DEVASTAÇÃO


                                                       

                                                              DEVASTAÇÃO




Um chip toma o lugar de uma floresta,
Pessoas cavam gigantescos túneis dentro da terra,

Florestas milenares dão lugar para plantação,
Águas cristalinas dão lugar ao lodo negro.

                                     


Pessoas dão lugar a animais violentos,
Abrindo portas para demônios interiores,
Mais vale um momento de prazer e riqueza,
Que a mais bela e profunda beleza.
                                     
                                       


A devastação é exterior,
A devastação é interior,
Nada é proibido para alcançar a riqueza,
Nada é proibido ao se devastar a natureza.

domingo, 27 de maio de 2012

DROGAS ACEITAS: SANGUE NEGRO


                                                          SANGUE NEGRO




Os sanguessugas bebem o sangue da terra,
Criam seu mundo fantástico e cheio de ilusão,
Transformam a vida em momentos artificiais,
E Gaia morre um pouco mais.




E quando a mãe morre leva consigo seus filhos,

Seu sangue se mistura com o sangue da guerra,
A bandeira rubro negra se espalha pelo mundo,
A podridão e os cadáveres se confundem no chão.


Onde estão os que enxergam a verdade?
Onde estão aqueles que pensam diferente?

Um dia o sangue vai acabar.

Um dia o sangue terá o seu fim.


DROGAS ACEITAS: MANIPULAÇÃO POLÍTICA


                                                    MANIPULAÇÃO POLÍTICA




Os políticos estão felizes, conseguiram o que queriam,
Mais uma eleição manipulada, mais um tirano no poder.


As pessoas estão cansadas, das mesmas faces da política,
Ninguém muda nada, ninguém pensa em ninguém.


É proibido manipular, é proibido comprar voto,

Mas a eleição é transparente, ganha sempre o melhor.


quarta-feira, 23 de maio de 2012

DROGAS ACEITAS: GUERRAS SANGRENTAS


GUERRAS SANGRENTAS






É tempo de sangue, é tempo de guerra,
O conflito continua, e todos sabem,
Os donos da guerra estão muito longe,
Não participam, somente os peões.


É tempo de guerra, é tempo de sangue,
Todos morrem de alguma forma, o conflito continua,
Os que ficam são os donos da guerra, estão muito longe,
Perdem a vida os que participam, morrem os peões.



É tempo de contar os cadáveres, de espantar os abutres,
É tempo de contar o dinheiro, de recolher as armas,

É tempo de vender para outros, para novas marionetes,
Os vampiros estão prontos, para sugar novo sangue.



DROGAS ACEITAS : ANTICONCEPCIONAIS


ANTICONCEPCIONAIS




Os hormônios transformam o corpo no que é,
Os hormônios comandam o equilíbrio humano,
Mas a ciência mexeu no equilíbrio,
E os hormônios em desequilíbrio criaram híbridos.


Mulheres já não são escravas da sua própria natureza,
Podem gozar sua ânsia de desejo desequilibrado,
Mas cuidado, que você pode um dia querer um filho,
E já pode ser tarde demais, os hormônios mataram a mãe.




A Grande Mãe Gaia foi banida para sempre,
Eros e Baco venceram em sua disputa,
Mas vale o sonho de uma liberdade ilusória,
Mas vale o gozo de uma prostituta.



terça-feira, 15 de maio de 2012

DROGAS ACEITAS - ALIMENTAÇÃO ARTIFICIAL


ALIMENTAÇÃO ARTIFICIAL


Sua alimentação é veneno, não adianta escapar,
Alimentação vegetariana cheia de agrotóxicos,
Pode ser transgênica, pode ser fatal.



Sua alimentação é artificial, não adianta escapar,
Alimentação de laboratório, cheia de química,

Aromas e essências, gorduras e poções.


A mágica transformou o artifício em poção letal,
O alimento se transformou em veneno comercial.

DROGAS ACEITAS - ÁLCOOL


ÁLCOOL


Ele te leva até o céu, depois te leva até o inferno,
Pessoas que não vivem sem ele, pessoas que vivem em função dele,
Impregnando o corpo, queimando aos poucos,
Derretendo e corroendo o fígado, aumentando a pressão.




A taxa de açúcar caiu, a coordenação motora sumiu,
O ritmo cardíaco mudou, delirium tremens na mão,
Mas você pode beber, porque álcool é status, é aceito.


DROGAS ACEITAS - CIGARRO


CIGARRO


Milhões de pessoas em todo mundo,
Morrendo com câncer nos pulmões,
Empresas milionárias lucram com sua podridão.



Milhões são gastos em todo mundo,
Para dizer que combatem o mal,
Mas na verdade o mal comanda o mundo,
É aceito como algo infalível,
Lhe dá status de grande pessoa,
Mas na realidade lhe queima a vida,
Lhe traga os poucos momentos que você tem,
Mas agora, você é aceito.

domingo, 13 de maio de 2012

DROGAS ACEITAS - FLUOXETINA





FLUOXETINA


Os psicóticos se enfileram, a distimia é geral,
Cérebros extasiados, calmante para marionetes,
Pessoas invadem o obscuro sem limites,
O negro poço da solidão, insatisfação com a vida,
Mas as feridas continuam, a falsidade não fechou os buracos,
A loucura aceita cria mais um autômato,
O exército de formigas continua o seu caminho,

Afinal sua vida agora é aceita, mesmo que não seja você,
Agora você é aceito.

DROGAS PROIBIDAS - ÓDIO TEOLÓGICO






ÓDIO TEOLÓGICO


São proibidas diferenças entre raças, entre credos, entre cores,
Mas as raças na verdade não se suportam,
Os credos vêem o diabo na religião rival,
As cores não devem se misturar diz o livro sagrado.


Os imperadores acreditam que suas raças são puras,
Religiões acreditam que são as únicas que vêem Deus,
A suástica girou pelo mundo, crucificaram o salvador,
Queimaram os hereges, continuaram as orgias.



O ódio teológico se espalha, suas raízes se banham de sangue,
O filho sagrado é vendido, seus milagres não servem mais,
Os sacerdotes querem outro rei, um que faça a vontade de todos,
Um príncipe que cai do céu, que satisfaça os desejos do mundo.

DROGAS PROIBIDAS - ROUBAR


ROUBAR


É proibido roubar, é proibido querer,
Crianças jogadas nas calçadas, as pessoas desviam,
Os ricos jogam as crianças na calçada,
Os ricos jogam seus lixos na calçada,
Os que se alimentam de lixo vêm buscar.


Roubar é pagar demais, é faltar ao outro,
Roubar é querer demais, os outros não têm chance,
Políticos e grandes pensadores se unem e ditam.


Roubar é proibido. Roubar o quê?
Imperadores roubam nações, usurpam honra e riquezas,
Políticos roubam aquilo que não é deles,
Os cérebros pensantes inventam fórmulas para roubar,
Roubar com fórmulas não é proibido,
É proibido roubar quando não se sabe a fórmula.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

DROGAS PROIBIDAS - MATAR





 MATAR

Não matar diz a Lei dos homens,
Não matar diz a Lei de Deus,
Mas a matança gera lucros, a matança enche os cofres.

Quando é proibido matar? Quando o pobre mata.

Mas quando o rico mata, ele paga o proibido,
Quando a Lei mata, é o exercício da Lei.

A matança continua nos países pobres,
A matança continua nas ruas, nas drogas, na riqueza,
Os ricos continuam matando os pobres,
A pobreza pode ser morte, não é proibido.

Índios morrem, é o preço da colonização,
Negros morrem, é o preço da escravidão,
Crianças morrem, é o preço da educação,
Mulheres morrem, é o preço da emancipação.

Todos morrem porque querem. É proibido matar!
Mas os que morrem não fazem parte desta Lei,
Não matar diz a Lei.

DROGAS PROIBIDAS - NUDEZ





NUDEZ


Os farrapos humanos podem estar nus,
Enquanto a nudez é um cálice proibido,
O pudor faz parte da Lei, aos dirigentes não existem Leis.


A nudez é proibida, mas está em qualquer lugar,
Mulheres objetos, dos seus desejos, do mundo masculino,
As leis existem para uns, a nudez é livre para os que mandam.


Sexo, pecado original, geração do amor livre,
Amor sob vontade diz a Lei, nudez é amor diz a lei,
Sexo é amor e a lei é conveniente para os que mandam,
Nudez no início da vida, nudez no início da morte.

DROGAS PROIBIDAS - CRACK

DROGAS PROIBIDAS - CRACK (2009)


Moradores da sarjeta, excluídos do mundo,
Pedras preciosas, pedra filosofal,
Adoradores da riqueza se comprometem em proibir,
E o proibido vence os anseios dos bons costumes.

A riqueza sobe o morro, a injustiça desce ao inferno,
A podridão mostra, a verdade do mundo real,
Caem as máscaras, mas existem outras,
Caem as pedras, caem as vidas,
Caem as esperanças, caem as estrelas,
Caem as roupas e ficamos nus.

domingo, 6 de maio de 2012

DROGAS PROIBIDAS - OPIUM


OPIUM


A mente em torpor, quem vai ficar com a planta?
Famosos causam letargia, anônimos dormem para sempre,
Gotas de licor do mundo, tudo tão calmo e quieto,

As riquezas são pra quem manda, os outros são escravos.


A mente se perde dentro de si, a planta não tem mais dono,
O mundo é seu dono, aqueles que mandam,
E os escravos servirão, esta é a Lei,
O proibido não consegue ser proibido.

sábado, 5 de maio de 2012

DROGAS PROIBIDAS - HEROÍNA

HEROÍNA






Ouvindo vozes vindas do céu,
Uma lança no meio do sangue,
Quem é você? Anjo ou demônio?

Agulhas perfuram a mente,
E um momento de conforto irreal,
Quem é você? Veneno ou poção?


A heroína do mundo antigo,
Tão diferente do mundo atual,
E quem te segue? Pro abismo ou pro céu?

DROGAS: PROIBIDAS - MARIJUANA







MARIJUANA



Fumando a doce erva, índios e civilizados,

Não existe diferença, com a erva do diabo,

Fumando sua dose, procurando Deus,

Queimando os pesadelos, da verdade dos ateus.



O mundo mudou, o que era jovem mudou,

Tudo que passou, ficou na memória daquele que ficou,

A nova era tão esperada, é pior do que a que passou,

Se lutava por ideais, se luta por falsidade.



O céu se abre, mostra a mesma face,

Índios e civilizados, na fumaça da paz,

Mas onde está a paz? Onde está o amor?

Queimaram a esperança, queimaram o ideal.





sexta-feira, 4 de maio de 2012

DROGAS: PROIBIDAS


COCAÍNA


Cheirando sonhos, sensações de uma nova realidade,
Quebrando regras, abrindo as portas do proibido,
Beijando a morte, overdose de emoções,
Satisfazendo sensações, criando coisas passageiras.


Cheirando verdades, a crueza do mundo vivo,
Mudando leis, “faze o que tu queres”,
Vivendo a vida, caminhando para a depressão,
Satisfazendo a vontade, organizando rituais.

DROGAS: ACEITAS


ABRA OS OLHOS


Abra os olhos e veja, o mundo real,
Fuja do que é proibido, fuja do que é aceito,
Fuja da mentira, fuja da verdade.
Abra os olhos e veja, o que te oferecem,
As drogas verdadeiras, e as verdadeiras drogas,
Olhe o que é proibido, olhe o que é aceito.