PAGINAS

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

NOVO CICLO







NOVO CICLO

Aproveite um momento de solidão,
Comece um novo ciclo de sua terrena missão,
Retire de sua mente tudo ligado ao passado,
Todo momento, todo trajeto já usado,
Deixa para trás tudo o que viveu,
Apague das lembranças tudo que conheceu.

Comece tudo de novo de uma nova forma,
Como se estivesse fazendo uma reforma,
Se livre de tudo o que foi lhe dito,
Dos velhos hábitos, do que se transformou em rito,
É hora de olhar para frente e ver o que será,
Correr atrás da vida que surgirá,
Longe das teias de aranhas, do seu museu,
Algo que você poderá chamar de seu.

Leia aquele livro que você queria,
Mesmo que te falem que é uma porcaria,
Ouça musica brega, romântica ou satânica,
Coma massas, carnes, ou alface hidropônica,
Afinal, viva!
Porque a vida só se vive uma vez,
Porque a vida é o resumo do que se fez.

Beba suco, água ou algo inebriante,
Seja louco, religioso, idiota ou safado,
Não existem diferenças, a vida sempre termina,
Ninguém sabe a verdade sobre a humanidade,
Alguns vêem a vida na presença de um Deus,
Outros vêem uma vida caótica, se proclamando Ateus.

Mas viva!
Porque o que o homem nada sabe da vida,
Porque só tem hipóteses nunca cumpridas,
Todos em dúvida, com suas fantasias e promessas,
Esperando que a humanidade melhore nas futuras remessas,
Porque tudo continua mudando,
E a vida humana igualmente acabando,
Dentro da eternidade.