PAGINAS

sábado, 30 de novembro de 2013

CRÔNICAS DE CRONOS - FANATISMO

CRÔNICAS DE CRONOS - FANATISMO

Quanta ignorância sobre o mundo, sobre a vida,
Quantas coisas que poderiam ser boas, deixam apenas feridas,
Tudo que é mostrado à humanidade, geralmente é tida,
Como questões e ideias, por alguém, já refletidas.

Será que as pessoas têm preguiça de raciocinar?
Será que perderam a vontade de voar?
A liberdade é substituída pela escravidão,
O amor dá lugar para a Paixão.

Abre a boca enorme o Leviatã,
Hipnose coletiva da mente sã,
Vêem mais não enxergam seu fanatismo,
Ouvem mas não dão ouvidos ao lirismo.

Elder Prior.

sábado, 23 de novembro de 2013

CRÔNICAS DE CRONOS - IDOLATRIA




CRÔNICAS DE CRONOS - IDOLATRIA

Os ídolos iludem os aduladores idólatras,
Que se apaixonam pelo inexistente,
Em sua mente, que mente,
Cria um palco ao prestidigitador.
A estrela escondida na ânsia de adorar,
No desejo de criar o herói imaginário,
Ser o escudeiro do louco que acredita ser um deus.
Daqueles que ainda estuda a mitologia,
Transformando quimeras em desejos histéricos,
De gritar, de chorar, ataques esquizoides,
Enquanto os ídolos androides, em seus desfiles,
Andam na passarela famosa dos otários,
Para a festa dos Paparazzis atrás do artista,
Da artista sem calcinha, que por querer, sem querer,
esqueceu de colocar, de fechar as pernas ao sorrir escancaradamente,
Mas sua foto sairá quadriculada e censurada,
Porque o Ídolo causa a histeria, mas não pode morrer.

Elder Prior.

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

CONSCIÊNCIA NEGRA




Na consciência de fazer um Brasil melhor,
As mesclas se entrelaçam, os mestiços,
Sou branco negro ou negro branco,
Num país negro, de heróis negros,
Não sei se é racismo dizer "raça negra",
Acho pior dizer "afrodescendente" !?!?
Um continente dividido com limites europeus,
Onde vivem outras várias cores de peles.

E a pele que revolucionou o futebol, no pé de Pelé,
Escreveu livros, como o mulato Lima Barreto,
Lá fora, lutou por mudanças políticas,
Bico, Luther King, Mandela,
Criou as raízes da música do século,
Criou o maior guitarrista de todos os tempos,
O melhor jogador de basquete, o melhor pugilista, UFC!
Vozes femininas que são as mais belas da música,
Atores como Grande Otelo, Morgan Freeman,
Um presidente, no país que domina o mundo,
E aqui, o único que teve vergonha na cara,
Joaquim Barbosa,
E o mundo parece querer esconder esta influência,
E tantas outras desconhecidas, desprezadas,
Que existiram e foram levadas ao descaso,
Pela inconsciência da consciência negra.

Elder Prior.

terça-feira, 19 de novembro de 2013

CRÔNICAS DE CRONOS - CONGRESSO FACÇÃO




Hoje o Congresso acordou com uma forte sensação de "Cirque du Soleil".
Num picadeiro invertido, onde os palhaços assistem.
O que insistem em passar como entretenimento em sua TV-Coliseu.
Longe estão os que pensam em algo melhor. E o anjo que viu falou:
_Que Deus os repreendam!
Quem sabe a estrela, o cometa que passou e ninguém viu, trouxe uma luz de mudança, uma nova dança.
Que não seja o funk ostentação de apologia ao Congresso-facção.

Elder Prior

VERBORRAGIA




Noites em claro, absurdas,
Surdas, no vácuo de outra dimensão,
Em menção honrosa de buracos negros distantes,
Destoantes com as verdades da física moderna.
Materna é a vida que tenta criar a cria,
Acre de desgosto por não saber o que se tornou,
Terno apertado dentro do jogo paterno de Ser,
Descendo ao inferno como antes se fazia.
Azia e acidez do enxofre derretido,
Retido entre tumbas dos heróis mortos,
Portos fecham as portas, as porcas não andam,
Dão suspiros finais no açougue imundo.
Mundo decepcionante de ideias inertes,
Nerds que vivem em sua vida digital,
Vegetal artificial, coma mental induzido,
Cozido com as artimanhas do mundo terminado,
Mundo de escuridões absurdas.