PAGINAS

segunda-feira, 31 de março de 2014

ESTUPRO MENTAL





ESTUPRO MENTAL

Os índios não estupram sua mulheres por elas estarem peladas. 
Logo, a ideia de roupas curtas e extravagantes não é o problema do estupro. Mas da mídia, que vende a mulher como objeto, como cachorra, popozuda. Mídia que coloca a mulher quase nua para chamar o público , criando musas e rainhas do nada, ligando cerveja e mulher ao prazer.
O pior é que ainda existem mulheres que aceitam e adoram esta categoria de cachorra, de objeto sexual e desejo do mundo masculino. Sabemos muito bem que o Brasil é conhecido lá fora pelo futebol, pelas bundas e turismo sexual. Uma mostra visível disto é a coleção de camisetas promocionais que seriam lançadas lá fora, um coração em forma de bunda. É o formato em que o Brasil é visto. 


Num país que não respeita suas mulheres, pelo contrário, explora sua beleza e sexualidade para atrair turistas, só pode ter na mente da maioria dos homens que a mulher que anda de roupa curta se espelha na mídia, nas cachorras, nas piriguetes e biscates. Estão mostrando porque querem ser estupradas.



Enfim, o desrespeito vem da forma que o país vem fazendo algumas mulheres se comportarem e que a mídia generaliza para lucrar com seus ridículos programas de conotação e apologia sexual (esta nenhum político metido a besta entra com ação na justiça contra), chegando ao cúmulo de criar um programa filmando jovens que querem a fama custe o que custar, mesmo que seja uma foto sua nas revistas de fofocas ou pelada/o em alguma revista erótica.