PAGINAS

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

CRÔNICAS DE CRONOS - NÃO HÁ SOLUÇÃO

https://renanmaldonado.files.wordpress.com/2011/08/morosidade.jpg


CRÔNICAS DE CRONOS - NÃO HÁ SOLUÇÃO

Não há solução, o pré sal é acido,
Na mentira assídua, congressista, comunista,
Na comunhão entre raposas e lobos,
Lóbulos temporais afagados pela neblina,
De achar que a filosofia ilumina,
Minando ideias de pessoas mortas,
Enterradas em escombros políticos perdidos.

Estamos perdidos! 
Entre a urna eletrônica e a do cemitério,
Sem critérios, se escondem nos mistérios da Lei,
Lei cega, surda, muda e desacordada,
Como tal gigante que não ouviu o esbravejar,
Do povo heroico, que aprendeu ser escravo,
Na velha história que contavam na escola,
Nos feriados, regados de carne queimada e cerveja,
Certeza de domínio mental, domingo mental televisiva,
Massiva, colidindo com a ideia de democracia,
Lúciferocracia, espalhada nas notas verdes,
No olho que tudo vê, e ri, dos que acreditam,
Creditam ao Deus inalcançável, o cansaço.

Estamos enterrados!
Talvez, o Apocalipse profundo,
O mundo bebendo o azedo Absinto negro,
Armando suas bandeiras, olhando pelas cercas,
Construídas pelas poderosas multinacionais,
As únicas que se beneficiam com a tolice,
Enquanto os escravos servem, sorrindo,
Horas e horas, alimentando o cão infernal,
Que devora a vida, te matando antes da morte,
Preparando sua paz, seu sofrimento final,
A única solução afinal.

Elder Prior.